sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Entender-te...


Tu que choras sem razão
Não manches mais os teus olhos
Limpa-os para a luz do sol!
Deixa que a brisa transforme essa dura expressão!
A vida é linda de viver!
Um desafio que tens de ultrapassar
Não chores mais...
Dá-me a tua mão e deixa que te mostre os meus passos
Não que tenhas de os seguir
Mas encara como um exemplo...!
Nada é eterno... se não acreditares!
Acredita em ti! Acredita no que quiseres
Alimenta o pensamento de viver
Esquece, mas esquece mesmo
Tudo o que te dói... acredita que consegues esquecer
Mesmo que se esconda apenas!
Reduz todo o insignificante mas aprende com ele
Tudo significa algo poderosamente influenciável
O acaso não existe, ou melhor... o acaso
constrói-se! Não é o que tu dizes?
Por isso dá-me vontade de rir!!!

Afogo-me neste riso irónco porque me magoa
Mas a mágoa já pouco importa!
Não digas que a coincidência é a desculpa para um amor
Será? Será mesmo amor aquilo que dizes sentir...
Tu não sentes... respiras todod o dia por uma ilusão
que surgiu do tal acaso...
Ajudar-te-ia se pudesse... se quisesse...
Mas quem sou eu?
Apenas a borboleta que viveu e hoje morreu!

3 comentários:

DaiSantos disse...

lindo... e entendi. tocou-me. tenho te observado. e espero aprender mais contigo, a arte de viver. :) beijo doce

tanita disse...

Borboleta imortal! Nao morreste...renasceste para uma nova viagem...leva-me ctg ;) não te esqueças, faz-me viver e sentir as tuas alegrias, tristezas e vitorias!
O acaso não acontece...as coisas têm de acontecer por si só! deixa o destino encamilhá-lo!
Eu guiarei-o!

Bratz Rebelde disse...

sempre me disseram... o destino está traçado e tudoo que ultrapassas no dia-a-dia por algo é... alguma razão há-de ter... e se nao sabes hoje qual a razão um dia mais tarde irás encontrar...

Não questiones o porquê, porque quanto mais questionares menos respostas vais encontrar!!!

E não morreste, acordaste para a vida!!! Para a alegria!!! e na vida há males que veem por bem...